ATUALIDADES

 
     
     
     
     
     
 

   
  Esta página pretende ser:    

- Um local de encontro do pároco com os seus paroquianos e amigos.

   
   

- Um local informativo sobre a vida religiosa das paróquias de Vila Velha Ródão, Fratel e Perais.

   
   

- A voz da igreja junto das comunidades que são chamadas a renovar-se, dentro do espírito da nova evangelização.

   
   
 

 

   
 

   
       
 
 

 
   
       
 

                   

   
       
 

Ó RAPAZES, TENDES POR AÍ

ALGUMA COISA PARA COMER?...

 

   
 

Cristo ressuscitado, apareceu aos Apóstolos, que pescavam nas margens do lago de Tiberíades. (Jo 21, 1-19)

Este Evangelho é uma catequese e há nele, 3 cenas que devem ser refletidas: uma Pesca, uma Refeição e um Diálogo:

1ª cena - Uma PESCA:

- Alguns apóstolos, apesar de saberem que Cristo estava ressuscitado, voltaram às suas antigas profissões de pescadores.

Neste dia, estavam cansados… desanimados... a pesca tinha corrido muito mal...

  Pescaram a noite inteira, sozinhos... sem apanhar nada...

- Ao amanhecer, voltavam com o barco vazio… Alguém, na margem, meteu conversa com eles… Era Jesus que eles não reconheceram.

- Tendes alguma coisa para comer?...

- Então lançai as redes. Disse o personagem que estava na margem.

Obedecendo ao convite de quem estava na margem, lançaram as redes, novamente… Conseguiram um resultado surpreendente... pescaram 153 grandes peixes.

Diante disto, reconheceram que era Cristo ressuscitado que ali estava.

Todos o reconheceram: primeiro, o discípulo João... depois, Pedro... depois, os restantes...

 

A grande lição:

    - A Pesca milagrosa simboliza a Missão da Igreja, hoje e sempre;

 - O êxito da Missão (como aconteceu naquela pesca) não depende do esforço humano, mas depende da presença viva do Senhor Ressuscitado na comunidade.

 - A Igreja, fundada por Jesus e guiada por Pedro, é como a barca que não se afunda, apesar dos perigos, ou como a rede que não se rompe.

 

2ª cena - Uma REFEIÇÃO: Jesus aguarda os discípulos na margem e convida-os para uma refeição: "Vinde comer".

Os seus gestos são parecidos com os da multiplicação dos pães e dos peixes... São também parecidos com os gestos da instituição da Eucaristia, na última ceia...

Este quadro tem um profundo sentido eucarístico.

Ainda hoje, todos os domingos, Cristo convida-nos: "Vinde comer"; "Vinde participar na minha ceia".

Na Eucaristia, encontraremos a força e o alimento para realizar a nossa Missão de cristãos conscientes.

 

3ª cena - Um DIÁLOGO entre Jesus e Pedro: em que este recebe a missão de presidir e animar a Comunidade:

- "Pedro, tu AMAS-ME?" …"Tu sabes que te amo, Senhor..."

Jesus fez três vezes esta pergunta. E Pedro, entristecido, lembra-se das três vezes que negou Jesus…

Jesus, olhando para ele, com ternura, entregou-lhe o poder de gerir e governar a Igreja nascente, dizendo-lhe: Pedro, apascenta as minhas ovelhas…

 

Ainda hoje, Cristo nos interpela, como interpelou a Pedro: "Tu amas-Me?...”

 Tu amas-Me mais do que aos amigos?... Mais do que aos teus interesses?...

Amas-Me mais do que aos teus tempos livres, ou do que às novelas?

 Tenhamos a coragem de responder com a mesma sinceridade de Pedro, dizendo:

   "Senhor, tu sabes que te amo?"

   
       
 

 

   
 

 

   
       
 

   
 

 
 

contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla

Última atualização 

 
  03-05-2019